curiosidades

 
postagem

Tendência: 3 espaços corporativos que estão bombando!

Nos últimos anos, os espaços corporativos passaram a ganhar uma nova roupagem e, com ela, um novo conceito. Principalmente nas cidades mais populosas do país, a implementação de um ambiente leve, descontraído e diferente, de fato, do visto convencionalmente, se tornou praticamente uma regra. É por essa primeira razão que, em se tratando de ambiente produtivo, praticidade, dinamismo e proatividade tem tudo a ver entre si.

Para que você compreenda melhor como essas práticas de inovação, tecnologia e qualidade funcionam, confira as três dicas de espaços corporativos que daremos nesta breve sequência. Boa leitura!

A busca pelo não-convencional

Em comparação com as salas de escritórios fechadas, escuras e com pouca entrada de luz solar, os espaços corporativos que mais “bombam” em pleno 2018 caminham justamente na contramão dessa teoria. Ao se partir do pressuposto de que um ambiente comercial vai muito além da capacidade arquitetônica de uma área, o termo “não-convencional” se explica pelas motivações a que clientes, terceiros, comunidade e, por fim, os próprios colaboradores devem ser submetidos diariamente.

Dessa forma, espaços mais abertos – e, de fato, mais colaborativos – passaram a representar, de forma consolidada, uma das formatações de espaços corporativos mais produtiva. Em termos visuais, sofás fabricados a partir de pallets, stands e até mesmo esteiras de ioga são alguns dos principais componentes a serem instalados nesse tipo de espaço. Organização, clima propositivo e leveza, por fim, marcam as características mais impactantes nessas construções.

Dinamismo

Embora aparente ter uma definição altamente genérica, dinamismo é, por si só, a característica que formata os espaços corporativos dinâmicos tão procurados na última década. No campo prático, trata-se de um espaço de aplicação válida tanto para escritórios, quanto para empresas organizadoras de eventos e salas de reuniões convencionais.

Nestas implementações, o foco é quase que completamente voltado para o estímulo à criatividade. É também por conta dessa razão que, ao longo da construção, cores vivas e sincronizadas com o perfil da empresa são exploradas ao máximo nas paredes, pilastras e componentes internos – como se dá nos móveis, caixas e outros elementos do tipo.

A importância da luz natural

Em termos estéticos e arquitetônicos, os espaços corporativos classificados como “iluminados naturalmente” representam mais do que uma simplesmente tendência. Neles, o convívio entre os profissionais ao longo do dia se torna mais prazeroso não somente com relação ao clima propriamente dito, mas ainda no que diz respeito às suas motivações e anseios profissionais. Por meio de um jogo entre luzes diurnas e noturnas, é possível transformar esses ambientes em locais ainda mais propensos à mais alta produtividade.

curiosidades

 
postagem

Espaços corporativos: como planejar e implementar?

Para que um espaço corporativo seja mais do que simplesmente planejado e implementado, é fundamental, ainda em primeiro plano, levar algumas características em conta. São elas: – Funcionalidade; – Design; – Harmonia;- Sustentabilidade.

A partir disso, um ambiente pode ser moldado de acordo com o melhor não somente no que diz respeito aos seus efeitos estéticos, mas também no que tange às motivações geradas em um ambiente produtivo – como é o caso de escritórios, salas comerciais, agências e espaços semelhantes. Ainda neste contexto, o ambiente corporativo precisa ser saudável não somente para os colaboradores que transitam por entre as suas áreas diariamente.

Além deles, clientes, terceiros e a comunidade como um todo precisa compreender – no consciente ou no inconsciente – de que aquele determinado espaço foi criado de maneira estratégica e por meio de uma gestão integrada que preza por um espaço dinâmico e, reafirmando, saudável.

Sustentabilidade

Para ser considerado saudável, as estruturas do ambiente corporativo necessitam, quase que por obrigação, obedecer a algumas regras pregadas ela sustentabilidade, conceito que, por si só, é um dos mais relevantes na contemporaneidade. Nestas aplicações, sustentabilidade em tudo tem a ver não somente com identificação, mas também com os requisitos legais da formatação de um ambiente em níveis de engenharia e arquitetura. Por meio desses requisitos, qualidade, segurança, saúde e meio ambiente propriamente dito precisam ser respeitados de acordo com o que prevê a lei nacional vigente.

Também através da sustentabilidade, é possível mensurar as eventuais áreas de risco em que o espaço será planejado, construído, aplicado ou, de fato, implementado. Com esse detalhamento, o próprio índice de acidentes de trabalho diminui natural e gradativamente, fazendo com que o ambiente comercial e/ou industrial como um todo se classifique, aí sim, como positivo em termos de segurança e desempenho.

Aproveitamento espacial e definição do perfil da empresa

No campo prático – que vai além dos campos técnicos, jurídicos e legais -, o planejamento e a consequente implementação de um espaço corporativo ainda atua em duas diferentes frentes. Na primeira delas, o aproveitamento espacial deve ser estratégico com o objetivo de não somente promover uma área de trânsito livre, mas ainda gerar uma melhor entrada e saída da corrente de ar no escritório.

Por fim, a construção ou a adaptação de um espaço corporativo qualificado só podem ser taxadas de tal forma se o perfil da empresa apta a ser instalada no local for devidamente traçado e alinhado de acordo com os itens dispostos na área. Esta é uma regra que engloba cores, móveis, jardins e outros componentes estruturais.

 

curiosidades

 
postagem

Conheça 2 dicas para otimizar os espaços da sua empresa

Se você é um profissional que pretende inaugurar o seu próprio empreendimento ou simplesmente já possui um negócio aberto, este artigo é perfeito para o seu dia a dia. Ao longo dos próximos parágrafos, traremos duas pontuais dicas para que você aproveite melhor os espaços de sua construção e faça com que dinamismo, praticidade e positivo efeito estético sejam as principais características por trás das suas instalações.

Portanto, confira os macetes que separamos para a melhoria de seu espaço:

Sempre que puder, verticalize!

Verticalizar é um conceito arquitetônico que em praticamente tudo se integra com aproveitamento espacial. Por meio da instalação de mezaninos, por exemplo, é possível que você disponibilize os pertences de sua empresa de forma organizada e absolutamente funcional. Além disso, a dica da verticalização também é perfeita para os profissionais que possuem seus escritórios em casa (o chamado “Home Office”).

Para que a verticalização seja perfeita, no entanto, é necessário que o pé direito da construção tenha uma elevada altura de aplicação. Por meio dela, é possível que, principalmente em se tratando das áreas que possuem linhas produtivas internas, o espaço passe a ser melhor aproveitado por visitantes, colaboradores, proprietários, clientes e quaisquer outras pessoas da comunidade.

Utilize espelhos

Para que a aplicação de espelhos ao longo de sua empresa seja classificada como assertiva, é necessário que você tenha bom senso. De forma similar com o que acontece nas colocações dos espelhos em residências, a implantação desses objetos no ambiente corporativo também deve ser sutil e estratégica. Ou seja, colocar espelhos em espaços específicos (como painéis laterais e corredores, por exemplo) poderá fazer com que a percepção de seu espaço seja mais robusta e cause maior conforto.

Além da simples aplicação dos espelhos, evitar barreiras visuais também é importante para que a área de sua empresa seja otimizada em níveis estruturais e arquitetônicos. Elementos como quadros, móveis e prateleiras são os principais exemplos de objetos que devem ser aplicados em sua corporação com correção e estratégia.

Por fim, a escolha de móveis sutis e multiuso forão com que a sua empresa ganhe não só em dinamismo, mas também em praticidade e delicadeza. Por meio de cadeiras coloridas ou de tons mais sóbrios de pequeno volume, sofás que se estendem e encolhem e luminárias modernas, é possível elevar a capacidade visual de sua área para um outro patamar.

curiosidades

 
postagem

4 escritórios inspiradores para sua empresa

Em se tratando de produtividade, inspiração é um conceito que jamais se excede. E inspiração é algo que pode contribuir não só para a melhoria da produtividade de sua empresa, como também pode atingir terceiros, clientes, fornecedores e quaisquer outros profissionais da comunidade. No campo prático – e para que a sua empresa ofereça inspiração em todos os níveis -, todos os detalhes de suas estruturas são levados em consideração. Das vestimentas do proprietário e dos colaboradores aos minuciosos enfeites e ornamentos da mesa do escritório, tudo conta.

Por isso, faremos questão de, no decorrer deste breve artigo, sugerir quatro diferentes opções de escritório para que você se inspire e, o quanto antes, aplique em sua corporação. Conheça quais são eles e analise qual das opções melhor atende suas necessidades. Veja:

Colonial contemporâneo

Muitos profissionais – inclusive os ligados à arquitetura, design e engenharia civil – acreditam que, em um mesmo espaço, é impossível integrar os conceitos colonial e contemporâneo. Ledo engano. Atualmente, ambas as opções podem se complementar por meio de móveis coloniais (como cadeiras e mesas maciças, por exemplo) e jogos de luzes perfeitos tanto para o período diurno, quanto para o noturno.

Uma vez que os componentes coloniais e modernos têm o positivo acabamento final de suas peças em comum, a integração se torna mais facilitada e faz com que, na prática, seu escritório não deixe de ter o perfil de sua marca e, de quebra, ainda ganhe tons de atualização e, sobretudo, funcionalidade.

Sustentável

Sofás  fabricados com pallets, janelas com permissão de entrada da luz natural e bancadas ecologicamente sustentáveis. Não há como negar que, em pleno 2018, os escritórios sustentáveis têm conquistado cada vez mais espaço nas sedes das empresas de pequeno, médio ou grande porte.

Como suas formações demandam por pequenos investimentos financeiros e, ainda por cima, representam um benefício e tanto para o meio ambiente, o escritório sustentável é mais do que uma simples tendência arquitetônica.

Home Office

O escritório Home Office é aquele que pode ser aplicado ou construído, de fato, no próprio cômodo do profissional que trabalha em sua residência. Por meio de persianas modernas e, caso hajam condições, implantações de jardins de inverno, é possível transformar esses ambientes de comuns a extremamente mais aconchegantes por meio de aproveitamentos espaciais estratégicos e apliques modernos.

Tecnológico

Para que um escritório receba a nomenclatura tecnológica, não basta simplesmente inserir uma tela de TV de 47 polegadas na sala de reunião. É preciso ir além. Nesse tipo de espaço, a tecnologia pode estar da recepção à saída do visitante ou colaborador por meio de tablets, smartphones e outras plataformas interativas on-line (como displays para divulgação de pesquisas) e outros meios.

curiosidades

 
postagem

Escada Camuflada

Um conceito inteligente e inovador foi desenvolvido para que as escadas de uma casa fossem camufladas no meio de um ambiente comum, podendo ser vistas apenas por determinados ângulos. O segredo está no posicionamento das pranchas de metal.

O material utilizado, verticalmente e em tamanhos e alturas diferentes, cria um efeito visual interessante, transformando o ambiente da casa e aquilo que poderia ser apenas uma escada, em uma peça com um design incrível e exclusivo.

Instalada em uma residência particular, a escada foi projetada e desenvolvida pelo escritório italiano de arquitetura Storage Associati. A escada é rodeada pelas pranchas de metal em diferentes tamanhos e posicionamentos, que, colocadas estrategicamente, criam o efeito visual de camuflagem.

Fonte: Hypeness

(11) 3050 2060 | (21) 2586-6101

abrir contato selo contato